Cuidados com Peixes de Estimação

Cuidados com peixes de estimação: Os peixes de água doce, como os do tipo beta, vem se tornando espécies muito procuradas para quem quer um animal de estimação que não dê muito trabalho e possa ser criado, sem problemas, em apartamentos, por exemplo.

Como Cuidar de um Peixe de Estimação

Mesmo que você goste de gatos e cachorros, sempre há lugar para um peixinho de estimação para cuidar. 😉

Os também conhecidos como “peixes ornamentais” são uma excelente opção para quem quer um pet mais tranquilo para criar.

Existem também pessoas que gostam dos peixes de água salgada, que também são muito interessantes, porém, o “cuidar” destes animais bem como seus aquários é um pouco mais complicado e trabalhoso.

Cuidados com Peixes de Estimação

Eu (minhas filhas) pessoalmente tenho um aquário com 2 dourados (kinguios), 1 mato-grosso e 1 coridora. Este é um aquário comunitário de água doce. E realmente é bem interessante e traz certa “paz” para o ambiente.

Muitos pais, aliás, costumam presentear seus filhos pequenos com peixinhos, para que eles tenham contato com animais e aprendam a cuidar de outros seres vivos.

Embora pareça relativamente simples cuidar de um peixinho, algumas pessoas ainda sentem relativa dificuldade em garantir o bem-estar e a qualidade de vida desses animais.

Você passa por esse problema?

Também não sabe muito bem como cuidar de um peixe de água doce? Então esse texto é para você.

Principais Cuidados com Peixes Ornamentais

Aqui vamos ensinar tudo o que você precisa saber para cuidar e garantir vida longa a seus amigos aquáticos.

Filtros

Os peixes de água doce precisam de água limpa e bem oxigenada para viver.

Por isso, quando você decide comprar um aquário e criar peixes é fundamental que o local onde os animais serão criados tenha essas condições.

Se possível coloque anéis biológicos de cerâmica para cultiva bactérias boas e ajudar na filtragem do seu áqua.

Desta forma, é preciso não só instalar filtros, para a limpeza da água, como também garantir que o equipamento está, de fato, retirando as impurezas.

Para isso, é importante fazer avaliações periódicas, higienizando-os regularmente.

Decoração

Para garantir que seus peixes se sintam à vontade, procure recriar, no aquário, um ambiente muito parecido com o que eles tinham em sua vida livre, mesmo que tenham nascido em cativeiro.

Uma ideia é investir em areias para simular o fundo dos riachos, alguns esconderijos, para que eles simulem as pedras onde poderiam fugir de predadores ou, ainda, vegetação artificial fazendo o papel de algas ou plantas de água doce.

Na hora de montar o cenário é importante evitar itens de plástico ou equipamentos enferrujados, por eles podem contaminar a água e colocar a vida dos peixes em perigo.

Quantidade de Animais em um Mesmo Aquário

Para garantir que seus peixes fiquem confortáveis e possam viver saudáveis é importante não exagerar na quantidade de animais abrigados no aquário.

Avalie, por exemplo, o tamanho do aquário e a capacidade dos peixes se moverem se que um fique batendo no outro.

O comportamento das raças dos peixes também é importante, existem raças que não se dão bem com outras, e até mesmo existem casos de canibalismo e ataques, é muito importante ter atenção se for montar um aquário comunitário.

Limpeza do Aquário

O aquário precisa ser limpo regularmente, mesmo com o uso do filtro.

Para isso, basta retirar uma parte da água que está no recipiente, repondo a mesma quantidade com água limpa. Técnica também conhecido como “TPA” ou troca parcial de água. (Use sempre o neutralizador de cloro).

Limpe também e/ou troque os filtros de resíduos físicos, e também troque o carvão ativado.

Ao contrário do que dizia a crença popular, não é necessário que o aquário seja limpo com sabão.

Aliás, esse produto nunca deve ser usado, pois os resíduos de sabão podem matar os peixes, já que são tóxicos.

Alimentação

Os peixes, ao contrário de cães e gatos, comem pouco. Por isso, na hora de alimentar seus peixes, é preciso apenas colocar uma pequena quantidade de comida dentro do aquário, regularmente.

Não dê restos de comida ao animal, como farelos de pão, por exemplo. Isso pode deixá-los doente ou até mesmo matá-los.

O ideal é adquirir o alimento para eles em casas especializadas na comercialização destes produtos.

Remédios e Doenças

Fique atento ao comportamento dos seus peixes, mudanças de cor, aparecimento de feridas, pontos brancos, perda de escamas e calda, isto pode indicar que existe algum tipo de doença no aquário e a necessidade de tratamento do ambiente com remédios específicos.

Com esses cuidados, seus peixinhos viverão por bastante tempo.

Agora que você já sabe Como Cuidar de um Peixe de Estimação, que tal compartilhar este post com seus amigos? Isto certamente vai ajudar!

Comentários estão fechados.

O nosso blog utiliza cookies para ajudar a melhorar a sua experiência de utilização. Ao utilizar o blog, confirma que aceita a sua utilização Eu Aceito Leia Mais

error: Content is protected !!