Meu Pet Pode Pegar Coronavírus?

Meu pet pode pegar Coronavírus? Com a pandemia de COVID-19 de 2020, algumas dúvidas em relação aos nossos animais de estimação surgiram, como por exemplo, se existe possibilidade de seu animal de estimação ser infectado pelo COVID-19.

Por isso procuramos buscar informações a respeito deste assunto e vamos explicar neste artigo. Confira…

Meu Pet Pode Pegar Coronavírus?

Segundo avisos da Organização Mundial de Saúde, apesar de termos um caso de cachorro infectado com o vírus em Hong Kong, mesmo assim não há evidências de que os pets peguem o Coronavírus (COVID-19) e possam transmitir aos humanos.

Além da recomendação que já recebemos de ficarmos em casa nesse período, o contato com os pets nesse momento não é o mais recomendado, principalmente se a pessoa tem sinais de infecção pelo COVID-19.

Vale lembrar que a OMS vem monitorando pesquisas sobre a relação dos pets com o novo COVID-19.

Apenas um cachorro teve relato de uma leve infecção com o vírus em Hong Kong, porém segundo o órgão, ainda não há nenhuma evidência sobre contágio do vírus por parte desse grupo de animais.

A recomendação é que tanto cachorros como gatos fiquem afastados das famílias nestes momentos.

Além claro de não esquecer dos cuidados básicos de higiene, como lavar frequentemente as mãos e de evitar ficar muito próximos a outras pessoas.

Porém, sabemos que é difícil ficar longe do seu animal de estimação, principalmente idosos e pessoas que moram sozinhos.

Então, vale a máxima: Use de bom senso, ao menor sinal ou sintoma, isole-se e procure manter distância do seu pet.

Pets Podem Ficar Doentes e até Transmitir o Vírus?

Até o momento nos estudos não há nenhuma evidência que mostre isso.

Os estudos estão sendo feitos para entender como o organismo desses animais reage a mutações como o Coronavírus. Qualquer novidade será informada pela organização.

Pessoas Infectadas Podem ter Contato com os Pets?

A orientação da Organização Mundial de Saúde é para que mantenha o mínimo de contato com pets e outros animais após estar infectado.

Se isso não for possível, não esqueça de ter os hábitos de higiene, como lavar suas mãos, principalmente após mexer com os animais.

Os Cuidados de Higiene que São Indispensáveis

Não importa se você é uma pessoa que raramente fica doente. Nesse momento, o melhor a se fazer é redobrar a higiene pessoal.

Além disso, evite beijar o seu pet, lamber ou compartilhar qualquer tipo de alimento com eles.

Cuidados Que se Deve Tomar Durante Passeios?

Lembre-se que, o isolamento social e quarentena são essenciais para evitar o crescimento dos casos de Coronavírus.

Logo, evite ao máximo sair com seu pet, principalmente em lugares públicos. Se possível, não saia.

Segundo as orientações repassadas por veterinários, é preciso que durante os passeios com os animais de estimação, se evite locais com grande fluxo de pessoas, como os parques que costumam ficar lotados e com outros pets passeando também.

O ideal é que se haja o menor número de contato entre você e o seu cão, pelo menos nesse momento.

Quais os Sintomas Mais Comuns do Coronavírus Canino?

Os sintomas mais frequentes são:

  • Temperatura corporal superior a 40 ºC
  • Tremores
  • Vômitos
  • Desidratação
  • Perda de apetite
  • Diarreia fétida
  • Sangue e muco nas fezes

Vale ressaltar que o Coronavírus canino não afeta humanos.

Toda ajuda que for possível aos pets deverá ser feito. O combate pode acontecer através de imunonutrientes, como os nucleótidos. Isso também acontece como os pré-bióticos.

Os nucleótidos são a guanina e adenina (purinas) e a timina, citosina e uracilo (pirimidinas). São as moléculas que compõem o ADN e o ARN.

São imprescindíveis para a síntese das proteínas e por isso desempenham um importante papel na multiplicação celular, bem como no funcionamento normal do organismo e do sistema imunitário.

Assim como você está tendo acesso a estas informações, repassa também a outras pessoas que tenham pets e estejam preocupados com esse período.

Caso tenhamos alguma novidade ou mudança em relação ao pets e o Coronavírus, vamos atualizar este artigo.

Leia também: O Que Fazer Para Que Seu Cachorro Viva Mais

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência e para entender como você usa nossos serviços. Aceito Leia Mais